Sexta, 27 de Maio de 2022
25°

Nevoeiro

Macapá - AP

Polícia Amapá

“Me atropelou com a nossa filha no carro”, diz biomédica após denunciar ex-companheiro por agressão

A vítima, que apresenta diversas escoriações pelo corpo, denunciou o ex-companheiro pela agressão, que aconteceu na frente da filha do casal, de apenas 2 anos

26/01/2022 às 15h58
Por: Emanoel Jordânio Fonte: Blog Santana do Amapá
Compartilhe:
“Me atropelou com a nossa filha no carro”, diz biomédica após denunciar ex-companheiro por agressão

A biomédica Valeska Mareco Gomes Santos, de 22 anos, publicou nas redes sociais e registrou boletim de ocorrência contra o ex-namorado, um policial militar, relatando que foi atropelada por ele enquanto andava de bicicleta em um residencial localizado na Rodovia Duca Serra, em Santana. 

A vítima, que apresenta diversas escoriações pelo corpo, denunciou o ex-companheiro pela agressão, que aconteceu na frente da filha do casal, de apenas 2 anos. 

Valeska relata que a violência ocorreu por volta das 17h30 da segunda-feira (24) e que momentos antes estava com a filha na bicicleta, quando o ex-companheiro, identificado como José Roberto Coelho Souza, se aproximou e tentou conversar. 

A biomédica conta que, mesmo com medida protetiva obtida contra ele, o pai da menina disse que gostaria de passar um tempo com a criança e a vítima disse que permitiu. 

“Tirei ela da cadeirinha da bicicleta e a entreguei ao pai. Ele começou a falar e eu disse que não tinha nada para conversar, expliquei que deveria seguir a vida e que assim que terminasse de brincar com a nossa filha, deveria deixá-la com a minha mãe”, relembrou. 

A jovem detalhou que continuou pedalando e ultrapassou o carro do ex-namorado. 

“No momento em que eu estava atravessando, ele me atropelou e foi me arrastando, depois fugiu”, recorda, assustada. 

“Ele pegou nossa filha, colocou no carro e começou a vir atrás de mim. Eu pedalava e ele ia me acompanhando no veículo, bem do meu lado. Ele dizia: ‘Vamos conversar, vamos voltar’. Eu disse que não queria mais, não queria conversar, mas ele continuou insistindo. Ele me atropelou com a nossa filha no carro”, detalha. 

A mulher foi socorrida por duas pessoas que caminhavam no momento do atropelamento. 

A polícia foi acionada e um homem que passava de moto seguiu o agressor no carro. 

“Ele anotou a placa e viu quando ele deixou nossa filha com a minha mãe, a menina chorava demais”, disse Valeska. 

O relacionamento, que durou quase 4 anos, terminou há poucos dias. 

Segundo ela, desde então os dois não haviam mais se encontrado. 

Valeska afirma que recebia diversas mensagens e que o ex-companheiro tentava reconciliação. 

A jovem já havia solicitado uma medida protetiva de urgência no dia 11 de janeiro, pois, segundo a vítima, o homem insistia para reatar a relação. 

“Eu tenho uma medida protetiva contra ele. Denunciei por conta de uma briga passada, mas ele continuou insistindo e eu não queria voltar”, reitera. 

O policial militar fugiu do local e se apresentou mais de 24 horas após o ocorrido na delegacia. 

Até a última atualização desta reportagem, a imprensa não havia obtido contato com ele e nem com a defesa. 

A vítima foi submetida ao exame de corpo de delito e foi notificada a comparecer na Delegacia de Crimes Contra a Mulher de Santana (DCCM) para prestar esclarecimentos.

Informações postadas pelo G1amapá

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Macapá - AP Atualizado às 08h25 - Fonte: ClimaTempo
25°
Nevoeiro

Mín. 23° Máx. 32°

Sáb 30°C 23°C
Dom 31°C 23°C
Seg 33°C 24°C
Ter 33°C 24°C
Qua 29°C 25°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes