Domingo, 26 de Setembro de 2021
32°

Poucas nuvens

Macapá - AP

Solidariedade SANTANA

Ações abordam combate à violência contra mulher e marcam Agosto Lilás em unidades de saúde

A programação já ocorreu nas unidades de Ilha de Santana, Igarapé do Lago, Centro de Reabilitação Mário Dias Tavares, CAPS AD, Igarapé da Fortaleza, Floriano Rêgo, Elesbão, Antônio Serieiro e Anauerapucu.

26/08/2021 às 17h43
Por: Dinael Monteiro Fonte: Prefeitura de Santana
Compartilhe:
Ações abordam combate à violência contra mulher e marcam Agosto Lilás em unidades de saúde

Violência física, psicológica, moral e sexual, são alguns dos tipos de violência doméstica e familiar cometidas contra a mulher previstos na Lei Maria da Penha, nº 11.340/2006. Como forma de abordar o tema, ao longo deste mês, as unidades de saúde fortalecem a campanha ‘Agosto Lilás’ junto à comunidade, compartilhando a mensagem sobre o enfrentamento a violência contra a mulher. As atividades desta quinta-feira, 26, ocorreram na UBS Dr. Iacy Alcântara, no bairro Fonte Nova, com palestras, orientações, testes rápidos, atendimento clínico e sorteio de brindes.

Com a presença de homens e mulheres, a programação buscou sensibilizar a sociedade informando sobre os mecanismos para prevenir e coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. “É preciso encorajar as vítimas a denunciarem para romper com esse ciclo de violência, que tem matado várias mulheres no próprio seio familiar ou deixando sequelas físicas e psicológicas permanentes”, afirmou a psicóloga Elcione Freitas.

A secretária Municipal de Saúde, Ithiara Madureira, enfatizou que a campanha nas unidades concentra-se em motivar mulheres a reconhecerem os primeiros sinais de violência e se protegerem contra as consequências desastrosas que um relacionamento abusivo pode trazer, ajudando a conscientizar e combater qualquer tipo de violência contra a mulher para que não se torne feminicídio. “A unidade de saúde é também porta de entrada para muitas mulheres que sofrem com esse tipo de violência, por isso precisamos intensificar informações a respeito do tema e fortalecer esse acolhimento”, disse.

A dona de casa, Delcilene Souza, participou da atividade e falou sobre empatia. “Nós mulheres precisamos ajudar umas às outras, dando o apoio necessário. As vezes a pessoa está do nosso lado e nós não percebemos ou damos a devida atenção. Precisamos estar atentos aos sinais para ajudar quando for preciso, não só a mulher, mas aquele que precisar de apoio”, comentou.

A programação já ocorreu nas unidades de Ilha de Santana, Igarapé do Lago, Centro de Reabilitação Mário Dias Tavares, CAPS AD, Igarapé da Fortaleza, Floriano Rêgo, Elesbão, Antônio Serieiro e Anauerapucu. A sensibilização da sociedade sobre o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher continuará nos próximos dias  nas policlínicas Maria Tadeu, Alberto Lima, UBS Piçarreira e Centro Diagnóstico da Mulher, respectivamente.

Como buscar ajuda

Em Santana, a mulher que precisar de assistência, conta atualmente com os canais 180 da Central de Atendimento à Mulher ; 190 do Centro Integrado de Operações (CIODES), (96) 99137-2873 do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM – Santana), localizado na avenida Santana, esquina com a rua Euclides Rodrigues, bem como o Disk Denúncia 3313.0268 do 4º Batalhão de Polícia Militar. Esses números funcionam todos os dias, 24 horas.

Comunicação – Prefeitura de Santana

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santana - AP
Sobre o município Notícias de Santana - AP
Macapá - AP Atualizado às 18h33 - Fonte: ClimaTempo
32°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 36°

Seg 35°C 24°C
Ter 35°C 24°C
Qua 35°C 25°C
Qui 34°C 25°C
Sex 34°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes